ANÁLISE DE ESTUDO DE CASO EM UNIDADE RESIDENCIAL NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Este estudo é feito com base exclusivamente na informação que foi disponibilizada e que não é total, na medida em que a própria entidade ou entidades reguladoras reservam informação com o objectivo de combaterem o alarmismo.       Dia 0: 19 de Fevereiro Aparece o primeiro infectado com teste positivo ao COVIN 19 Dia 8: 27 de Fevereiro Diminuem dois residentes sem informação de causa! Dia 9: 28 Fevereiro 48 Trabalhadores são enviados para casa É registada a primeira morte Dia 15: 5 de Março Registam-se 13 mortes Dia 16: 6 de Março 50 Residentes são transferidos para Hospital 32 Trabalhadores são enviados para casa Falecimentos aumentam para 19 Dia 21: 12 de Março Falecimentos aumentam para 25 EVIDENCIA: Num período de um mês (até serem fornecidos dados) em 140 residentes de um lar, temos 33 mortos e 66 transferidos para Hospital não se sabendo o que aconteceu. O Lar está reduzido ao fim de 29 dias a 42 residentes. Tinha 140 residentes! Os trabalhadores, ao fim de 29…

EMERGÊNCIA MUNDIAL: DRAMA NOS LARES DE IDOSOS

24-3-2020; 16.11 HORAS A Associação Amigos da Grande Idade, envia o gráfico do primeiro estudo de caso a nível mundial num Lar de Idosos nos Estados Unidos da América. Este gráfico vem confirmar as piores expectativas da Associação em relação aos lares de Idosos em Portugal. É urgente fazer testes nos lares de idosos o mais rapidamente possível para evitarmos aquilo que consideramos uma catástrofe nacional. Não tinhamos até agora evidencia cientifica, mas com este estudo de caso verificamos que, mesmo com as melhores práticas e os maiores meios vamos ter uma situação incontrolável. Este trabalho está ser liderado pelo Professor Doutor César Fonseca e apoiado pelo professor Doutor António Ilhicas(vice presidente da Associação) e Dr. Rui Fontes (Presidente da Associação). Neste momento começámos a trabalhar numa projecção muito optimista para os lares em Portugal onde existem mais de 90.000 camas. Repetimos que é urgente iniciar testes nos lares de idosos e actuarmos rapidamente na orientação de transferências e cuidados nessas entidades. Gostaríamos de estar errados. Seria mesmo uma imensa…

LARES DE IDOSOS SEM ALVARÁ : O DRAMA ESCONDIDO

26-03-2020. 13.30 HORAS A Associação Amigos da Grande Idade vem chamar a atenção a todas as autoridades públicas pela situação dos lares que não tem alvará e não se encontram registados na carta social e na entidade reguladora. Esse conjunto de lares de idosos e casas de acolhimento podem estar ou vão estar a passar por uma gravíssima situação. Em primeiro lugar não vão divulgar a situação dos seus residentes em fases iniciais e, esperemos que seja só nestas fases, dados que não sendo entidades legalizadas não tem organismos a quem recorrer. Em segundo lugar as suas condições de funcionamento contrariam todas as regras mínimas de protecção. Acresce que temos informação de profissionais de saúde e sociais (enfermeiros, médicos, assistentes sociais) que abandonaram esses lares de idosos para não assumirem responsabilidades em situações de ilegalidade. Também os familiares, não tem interesse em mostrar-se disponíveis para retirar desses lares de idosos as pessoas mais velhas, não tendo solução alternativa. Prevemos assim um quadro profundamente dramático nestes lares de Idosos. A Associação…

DRAMA NOS LARES DE IDOSOS

A Associação Amigos da Grande Idade interrompeu toda a sua actividade no dia 6 de Março para se dedicar em exclusivo à pandemia COVID 19. Contudo a 12 de Fevereiro deste ano fomos alertados por um dos nossos colaboradores e principal referencia cientifica na área do envelhecimento para a aproximação de um problema de saúde que iria reflectir-se gravemente nas pessoas idosas mais incapacitadas, dependentes e doentes, especialmente nas pessoas idosas institucionalizadas. Tratava-se de uma infecção por vírus, detectada num lar de idosos nos Estados Unidos da América que, em menos de 48 horas matou 30 dos 60 residentes desse Lar. A partir dessa altura ficámos mais alertados e, em vários encontros, reflectimos sobre as conseq2uencia de tal situação vir a ocorrer no nosso País com o panorama dos lares de idosos que é conhecido. Rapidamente atingimos o pico da preocupação e há duas semanas defendíamos a constituição de uma coordenação nacional para os lares de idosos que pudesse centralizar informação, determinar procedimentos e, muito especificamente para os lares, promover…