TERMINOU A PÓS GRADUAÇÃO MAIS CONCORRIDA REALIZADA EM PORTUGAL

Jul 20, 2017

TERMINOU A PÓS GRADUAÇÃO MAIS CONCORRIDA REALIZADA EM PORTUGALA Pós-Graduação em Gestão de equipamentos e serviços destinadas a pessoas idosas fechou a edição de 2916/2017.

Esta Pós-Graduação representa a única e melhor formação na área da gestão, liderança e desempenho de funções nos lares de idosos, cuidados domiciliários e centros de dia que existe em Portugal.

Escusado será dizer que várias entidades têm propostas semelhantes e que muitas delas já tentaram iniciar formações deste género. Por razões que conhecemos e que se entendem com facilidade essas formações ficaram vazias de candidatos e conteúdos e a maior parte delas é realizada com pouco mais de meia dúzia de alunos.

A Associação é dura e violenta na abordagem a esta situação e à concorrência. Na verdade, não se pode permitir que pessoas que nunca entraram num lar, nunca desempenharam funções no sector da institucionalização e algumas delas, as poucas que apresentam, “experiencia”, desenvolvem a sua atividade em entidades que muito deixam a desejar no que respeita a qualidade, dignidade e confiança.

Dotámo-nos de um conjunto de formadores (docentes) que se distingue em duas vertentes: uma na experiência qualificada, avaliada e visível em gestão de equipamentos e serviços, outra que se diferencia no sector da investigação, conhecimento e evidencia científica do envelhecimento.

Mais de vinte docentes passam pela nossa Pós-Graduação se não contarmos com as presenças no II CONGERSSO NACIONAL DA GRANDE IDADE que estava incluído nos conteúdos de formação.

Estamos já com inscrições abertas e em processo de seleção dos novos alunos candidatos à Pós-Graduação de 2917/2018 que arranca ao mesmo tempo em Lisboa e Braga.

Mantemos a parceria muito benéfica com a Escola Superior de saúde da Cruz Vermelha Portuguesa, o que nos permite ter creditação profissional (DGERT) e creditação académica (ESSCVP).

Asseguramos também o baixo custo da Pós-Graduação e apresentamos algumas novidades em conteúdos que nos pareceram de importância significativa para os alunos: avaliação e tratamento/gestão da dor, construção de horários de trabalhadores/colaboradores e gestão de tempos e cargas de trabalho, felicidade no envelhecimento e organização de registos e planos de intervenção.

Da Pós-Graduação que agora termina recordamos a enorme qualidade dos trabalhos finais apresentados e da estabilidade do grupo que se manteve com a participação de 30 alunos durante os 10 meses de curso.

Pos Gradução AAGI

Ler mais

II CONGRESSO NACIONAL DA GRANDE IDADE

Jul 20, 2017

Congresso Grande Idade 2017Realizou-se nos dias 30 de junho e 1 de julho o II Congresso Nacional da Grande Idade, cumprindo os objetivos determinados pela associação Amigos da Grande Idade no âmbito da Pós-Graduação em Gestão de Equipamentos e Serviços destinados a pessoas Idosas.

Com 43 oradores e mais de 200 participantes, o II Congresso nacional da Grande Idade foi mais um evento que marca a sociedade portuguesa no que respeita á reflexão sobre envelhecimento.

Com a comunicação social e as grandes estruturas sempre de costas voltadas para um tema que deve estar na preocupação de todos, mas que é suficientemente mediático para abrir noticiários e dar protagonismo a pessoas, estiveram no auditório Ruy de Carvalho em Carnaxide, os principais conhecedores do envelhecimento desde cidadãos comuns no exercício livre da sua cidadania até aos investigadores mais relevantes do nosso País.

A organização do evento foi assegurada por colaboradores voluntários da Associação amigos da Grande Idade e da Escola Superior de Saúde da Cruz vermelha Portuguesa e mostrou-se extraordinariamente profissional na opinião de todos os participantes.

A Associação prepara-se agora para maior ambição nesta área e pretende lançar em breve o Congresso Internacional do Envelhecimento. Um evento que deseja trazer ao nosso país a versão do envelhecimento em todo mundo.

As questões do envelhecimento exigem a nossa preocupação. Estamos a viver muito mais anos, conquista que aumenta ano a ano, contudo envelhecemos muito rapidamente e continuamos sem nos prepararmos para isso.

Também se começam a levantar sérias questões especificas que se mantem como tabus: a sexualidade e as diferentes opções sexuais, a incapacidade numa idade muito anterior ao que consideramos idoso, as comunidades estrangeiras, a manutenção da atividade pós reforma, etc.

A Associação acredita que o trabalho que podemos fazer é importante para a alteração do modelo que atualmente existe permitindo uma maior dignidade, menor institucionalização e mais funcionalidade.

GRANDE IDADE - II CONGRESSO NACIONAL

Ler mais

GRANDES ALTERAÇÕES NA ASSOCIAÇÃO AMIGOS DA GRANDE IDADE UMA NOVA VIDA COM BASE NA SUA HISTÓRIA

Abr 9, 2017

A Associação Amigos da Grande Idade culminou já o seu Processo eleitoral e de alteração dos Estatutos, com vista a uma transição tranquila para um novo enquadramento jurídico, tornando-se Instituição Particular de Solidariedade Social.

No fundo a nossa prática sempre configurou e sempre partiu da Solidariedade Social na medida em que todo o suporte e trabalho da Associação é a preocupação com o Envelhecimento e a reflexão sobre o tema através do exercício de cidadania de algumas pessoas.

Foram assim eleitos os novos órgãos sociais da Associação, mantendo-se Rui Fontes a presidente da Direcção, agora acompanhado por António Ilhicas e José Pedro Duarte.

A Assembleia Geral é presidida por mariana Maria Félix Fontes e o Conselho Geral por Gualter Ruben Calhindro dos Santos.

O mandato destes corpos sociais terminará em 2020.

Ler mais

II Congresso Nacional da Grande Idade 2017 – Site online

Abr 8, 2017

O maior evento em 2017 sobre envelhecimento realizado em Portugal

Aceda ao website aqui

O Auditório Ruy de Carvalho em Carnaxide já se mostra pequeno para o II CONGRESSO NACIONAL DA GRANDE IDADE, que conta com mais de trinta oradores e cerca de meia centena de personalidades que integram a Comissão de Honra.

É o regresso da Associação Amigos da Grande Idade à organização de eventos, depois de ter organizado o Congresso Nacional da Grande Idade e o Congresso Internacional do Envelhecimento. Como sempre, já estamos a ultrapassar as nossas melhores expectativas.

Contamos com temas e oradores que representam a totalidade da sociedade portuguesa e que irão reflectir sobre envelhecimento de forma a podermos entender melhor este fenómeno que continua a não ser suficientemente valorizado, tornando-se urgente procurar respostas para sair do modelo dramático que desenvolvemos para uma das maiores conquistas da humanidade: vivermos mais tempo.

Cientistas, políticos, gestores, advogados, escritores, jogadores profissionais de futebol, actores, jornalistas, técnicos sociais e técnicos de saúde, dirigentes associativos, professores, cidadãos comuns que nunca foram chamados a falar de envelhecimento mas que representam a sociedade que espera dos técnicos melhores desempenhos, e cidadãos menos comuns que representam o conhecimento nacional sobre envelhecimento, todos vão dar o seu contributo a uma jornada que muito enriquecerá quem nela participar.

As inscrições estão abertas e limitadas à lotação do auditório, descontando os inúmeros convidados que desejamos ter presentes.

Esta acção é feita em parceria com a Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa e está integrada na Pós Graduação em Gestão de equipamentos e serviços destinados a Pessoas idosas. Conta para os participantes, como horas de formação profissional, mas cedo ultrapassou estes limites e tornou-se um evento de interesse nacional.

Vamos pois participar neste evento cuja informação poderá ser mais detalhadamente consultada em

http://associacaoamigosdagrandeidade.com/congresso-grande-idade/

Esperamos por si.

Ler mais

PÓS GRADUAÇÃO EM LISBOA DECORRE COM A PRESENÇA DE MAIS DE 30 ALUNOS OUTRAS FORMAÇÕES ESTÃO JÁ AGENDADAS

Dez 22, 2016

A Pós Graduação em Gestão Organizacional de equipamentos e serviços destinados a pessoas idosas, em Lisboa, decorre com a participação de mais de 30 alunos, tendo já sido realizadas as primeiras 4 sessões com a presença de Rui Fontes, presidente da Associação, João Ferreira, Presidente da Ali e Cláudia Moura, Directora da CMSTATUS; consultora e formadora reconhecida na área do envelhecimento. O interesse tem sido enorme e avaliação de satisfação dos discentes é de elevada pontuação para todos os docentes e todos os temas.
Agora a Associação espera o mesmo êxito em Vila Nova de Gaia, para a qual já se encontram abertas as inscrições e tem praticamente os mesmos docentes e a mesma organização, iniciando-se em Março de 2017, mantendo a parceria com a Escola Superior de Saude da Cruz Vermelha Portuguesa.
Mas a Associação aposta em 2017 numa intensa actividade de formação, tendo já agendadas as datas para o Workshop “Desafios na Gestão de Lares. Gestão por inteligência emocional”, com sessões já asseguradas em Cernache do Bonjardim e Avis. Pretendemos que esta proposta formativa corra todo o País e que chegue finalmente à Madeira e Açores.
Também o histórico Curso de Gestão de Lares e Casas de Repouso tem datas já abertas para Lisboa e Porto, em 2017.
A Associação prepara um espaço específico on-line para a consulta de todas as suas propostas formativas, tentando desse modo aumentar a sua capacidade de divulgação e informação.

Ler mais

Vice-Presidente da camara de deputados do Brasil e deputados da comissão de defesa dos direitos da pessoa idosa visitaram a associação

Dez 22, 2016

Como tinha sido previamente anunciado a Associação Amigos da Grande Idade teve a honra de receber uma comitiva do parlamento brasileiro constituída pelo Vice-presidente da Câmara de Deputados, Filipe Bournier, por duas deputadas da Comissão de Defesa dos Direitos da pessoa Idosa, Leandre Dal Ponte e Flávia Moraes e ainda por mais 5 membros desta comissão.
O encontro iniciou-se com uma reunião de trabalho realizada na Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa e que teve também a presença do Presidente e Vice-presidente daquela entidade, Luís Janeiro e Teresa Silveira. A delegação da Associação foi constituída por Rui Fontes e António Ilhicas. Nesta reunião o Presidente da Escola deu as boas vindas e agradeceu a presença da delegação brasileira e também a parceria que tem com a Associação. O presidente da Delegação brasileira apresentou a comissão e a delegação bem como os principais objectivos da visita que faziam.
Rui Fontes teve a oportunidade de fazer uma exposição ao mesmo tempo detalhada e muito concisa da situação do envelhecimento em Portugal e dos principais constrangimentos, destacando os erros do modelo de intervenção, a inexistência de prevenção para o envelhecimento e a não assunção do conceito de envelhecimento activo ainda que muito se continue a falar disso e na manutenção de uma situação pouco transparente e mesmo pantanosa no que respeita às politicas sociais e ao modelo de financiamento. Acrescentou ainda muito resumidamente as recentes alterações da legislação e intenção de se garantirem direitos e representação jurídicas das pessoas idosas.
As deputadas brasileiras enquadraram a situação no seu País, que apresenta dificuldades enormes e um atraso estrutural muito significativo em ofertas e serviços destinados a pessoas idosas. A falta de qualquer financiamento para a institucionalização, a dimensão do país e das necessidades, a pouca experiencia nesta área e a formação e conhecimento são os principais factores que fazem com que o envelhecimento ainda não seja tema importante no Brasil. Mais que isso existem graves problemas em aceitar-se qualquer oferta de institucionalização sendo os lares considerados asilos e para os quais são entram pessoas muito dependentes e incapazes de tomar decisões.

Trocaram-se outras opiniões num debate que se prolongou por mais de duas horas.

 

 

Seguiu-se o almoço numa estrutura residnecial para pessoas idosas, a Casa de Repouso Santa Margarida, em Albarraque-Rio de Mouro que está a ser apoiada e monitorizada pela Associação Amigos da grande Idade e na qual se desenvolve um projexcto de inetrevnção que se iniciou há sete meses.

A delegação brasileira teve ooportunidade de conviver com pessoas idosas, residentes naquela estrutura e com os seu strabalhadores, ficando extarordinariamente impressionada com a qualidade do modelo de intervenção

Após este primeiro contacto a Associação deseja estabelecer alguns protocoloscom entidades acad+emicas brasilkeiras para a área da formação e investigação e com entidades publicas e privadas para a área da consultoria e colaboração institucional.

Ler mais